Festa e tormentas de leão, antigos militares enviam queixas ao PR e outros destaques da manhã TSF

O rescaldo da vitória do Sporting, os riscos que a PSP corre a cada intervenção e o documento crítico contra a reforma das Forças Armadas estiveram em destaque entre as notícias desta quarta-feira.

O Sporting sagrou-se campeão nacional 2020/2021. Coube a Paulinho carimbar o título um golo mas, fora das quatro linhas, nem tudo correu pelo melhor e a madrugada acabou por trazer névoa, muita névoa, aos festejos do Sporting.

Ainda durante o jogo, a PSP viu-se obrigada a disparar balas de borracha devido a desacatos em Alvalade, com adeptos a arremessar garrafas, caixotes do lixo e tochas, que resultaram em vários feridos. A violência estendeu-se madrugada dentro, já no Marquês de Pombal, e levou a Associação Sindical dos Profissionais da Polícia a fazer um apelo na TSF.

A festa levou milhares às ruas, mas Estádio José Alvalade as bancadas estavam vazias. Os adeptos sportinguistas tiveram de acompanhar à distância a vitória que devolveu o título de Campão Nacional ao Sporting, 19 anos depois. Na TSF, foi assim:

Em 32 jogos até chegar à taça o Sporting ganhou 25 e não perdeu nenhum. Qual o segredo de Rúben Amorim? Confiar e valorizar, estratégia nos onzes, e cinco pilares com coração de leão. O que se segue?

Esta manhã, um grupo de antigos militares GREI pediu a suspensão das propostas do Governo no âmbito da Reforma da Estrutura Superior das Forças Armadas. O documento muito crítico a que a TSF teve acesso foi entregue ao Presidente da República e partidos políticos.

O Governo quer que os portugueses sem endereço postal físico possam indicar a morada de uma autarquia, de um serviço local da Segurança Social ou de uma associação da sociedade civil sem fins lucrativos quando fazem o cartão de cidadão. A mudança era reclamada há muito pelas associações que trabalham com pessoas em situação de sem-abrigo.

O coordenador da task force para o plano de vacinação contra a Covid-19 defendeu, esta quarta-feira, que a vacinação fora do limite de idade determinada para algumas vacinas, admitida em normas, não deve ser promovida pelas autoridades

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de