Fim do veto turco abre portas a Suécia e Finlândia na NATO, Maldivas e aquacultura em Lisboa e outros destaques TSF

A Turquia assinou um memorando que diz responder às preocupações do país "relativamente ao fornecimento de armas e ao terrorismo, incluindo do grupo terrorista PKK" e que desbloqueia assim o processo de adesão dos escandinavos.

Está desfeito o nó no processo de adesão da Suécia e da Finlândia à NATO. A Turquia assinou esta tarde um memorando que, como assinalou o secretário-geral da aliança, Jens Stoltenberg, deixa a aberta a porta de entrada para os dois países escandinavos.

Em Madrid, precisamente onde decorre a cimeira da NATO, estiveram os irmãos Klitschko, dois pesos-pesados com uma mensagem não menos leve: chamam terrorista a Putin e classificam a guerra de "genocídio".

O rei Felipe VI de Espanha desafia os líderes da NATO a "olhar para o que está além do espaço euro-atlântico" perante um mundo muito mudado nos últimos 20 anos.

Portugal e peixe não rimam, mas podiam. A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura alerta que apesar do país ser u​​​​​​m dos maiores consumidores de pescado do mundo, para assegurar que continua a sê-lo no futuro é preciso investir cada vez mais na aquacultura. Audun Lem, diretor-adjunto da Divisão de Políticas e Economia da Pesca e Aquacultura, falou com a TSF a partir da Conferência dos Oceanos.

Maldivas. Praia. Areia branca. Água transparente. Férias. E lixo, muito lixo. A relação não é óbvia, mas também por isso merece atenção. Paolo Facco trabalha desde março de 2021 com a ONG Zero Waste Maldives para ajudar o arquipélago a gerir melhor o lixo e explica na TSF o desafio que este tem em mãos.

Também com a TSF esteve David Johnson, o coordenador da Global Ocean Biodiversity Initiative, que traçou um mapa a não seguir. Porquê? Porque o mar, por mais importante que seja, não é a casa do Homem. E na dúvida, segue-se a regra dos que lá vivem.

Com o preço da energia a aumentar - e depois de três das maiores energéticas francesas terem apelado à redução de consumos -, o coordenador do Observatório Ibérico da Energia, António Eloy, diz que os Estados apenas podem fazer apelos. Limitar consumos, apesar de ser uma ideia, seria de difícil implementação.

Nos Estados Unidos, a ex-namorada de Jeffrey Epstein, Ghislaine Maxwell, foi condenada a 20 anos de prisão por ter ajudado o milionário a aliciar raparigas adolescentes para serem abusadas sexualmente.

O argentino Nicolía vai falhar o jogo que decide o campeonato nacional de hóquei em patins: viu cartão vermelho e está suspenso por dois jogos.

Apesar do aviso para um ataque aéreo a qualquer momento, as lojas do centro comercial que foi atacado em Kremenchuk esta segunda-feira não fecharam. A gerência tinha alterado o regulamento recentemente.

Recorde aqui a mais recente edição do Postal do Dia, a crónica de Luís Osório.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de