Fogo em Casteleiro está "80% controlado". Mais de 170 operacionais e seis aeronaves combatem chamas

A combater o incêndio no distrito da Guarda estão oito aeronaves.

O incêndio que mais atenção requeria ao início da manhã deste sábado, em Casteleiro, no Sabugal, está praticamente controlado, estando os operacionais a tentar dominar uma frente que continua ativa.

Em declarações à TSF, Alberto Fernandes, oficial de operações da autoridade nacional da Proteção Civil, adiantou que 80% do perímetro do incêndio está controlado. Ao final da manhã, duas das frentes já tinham sido dominadas, mas continua ativa uma terceira onde os acessos são difíceis. É nesse local que estão "concentrados todos os meios aéreos", disse.

O incêndio no concelho de Sabugal, distrito da Guarda, deflagrou na sexta-feira (17h11) e está este sábado ser combatido por 173 operacionais, com recurso a 43 veículos e o apoio de seis aeronaves.

Não há habitações ou infraestruturas em risco, de acordo com a mesma fonte, que acrescenta que o fogo lavra numa zona de mato. "Esperamos que tenha melhorias. Todos os esforços estão a ser feitos nesse sentido", garantiu, reconhecendo que as condições climatéricas na parte da tarde "podem ser desfavoráveis".

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou na sexta-feira mais de 50 concelhos dos distritos de Braga, Vila Real, Bragança, Guarda, Viseu, Coimbra e Castelo Branco em perigo máximo de incêndio rural.

O IPMA colocou também vários concelhos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Vila Real, Bragança, Viseu, Coimbra, Leiria, Castelo Branco, Guarda, Santarém, Portalegre, Lisboa, Beja e Faro em perigo muito elevado e elevado de incêndio rural.

O perigo de incêndio rural vai manter-se elevado em algumas regiões do continente pelo menos até terça-feira, indicou o Instituto.

O perigo de incêndio, determinado pelo IPMA, tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo, e os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Notícia atualizada às 12h30

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de