Fogo na serra do Marão teve reativação

No local estão seis meios aéreos.

O incêndio na serra do Marão, em Vila Real, que tinha sido dado como extinto na noite de domingo, sofreu uma reativação na madrugada desta segunda-feira, encontrando-se no local já seis meios aéreos, avançou a Proteção Civil.

Segundo disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Vila Real, o fogo, que teve início na noite de sábado, foi dado como extinto às 21h25 de domingo, mas apesar dos operacionais terem ficado no local "não lhes foi possível conter a reativação por ser numa zona de escarpa difícil para os meios chegarem".

De acordo com a página da Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, às 15h00 estavam no terreno 141 operacionais, apoiados por mais de 45 viaturas e cinco meios aéreos. Os Fire Boss Air Tractor que combatem as chamas no Marão estão a abastecer-se de água no rio Douro há vários dias.

Contactado pela TSF, o Comando Distrital de Operações de Vila Real indica que, neste momento, o incêndio não está circunscrito.

Artur Mota, comandante distrital da Proteção Civil de Vila Real, reconhece que não há muito que os bombeiros possam fazer.

"A única solução era deixar arder aquele bocado onde não tem acesso e depois o resto fica confinado a uma área ardida de outro incêndio", afirmou, em declarações à TSF, sublinhando que não há perdas significativas em termos de natureza.

O incêndio deflagrou às 22h37 de sábado na freguesia de Campeã, no concelho de Vila Real.

* Notícia atualizada às 16h44

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de