Fogos de Ourém entram em fase de resolução

"Tudo faremos para que não haja reativações fortes", diz à TSF o comandante do Centro Distrtiral de Operações de Socorro de Santarém.

O incêndio que deflagrou na sexta-feira em Espite, concelho de Ourém, e que se reativou esta segunda-feira entrou em fase de resolução, assim como o novo foco que surgiu esta tarde na freguesia de Matas e Cercal, segundo a Proteção Civil.

De acordo com o sítio da internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, o incêndio em Carvalhal, na freguesia de Espite, está em fase de resolução, sendo que, pelas 18h36, estavam ainda 200 operacionais no terreno, apoiados por 65 veículos e um meio aéreo.

"O incêndio de Espite que afetava a zona de Caxarias encontra-se em resolução. Foi dominada a frente que estava ativa junto à povoação de Caxarias. No entanto, ainda se mantêm no local 200 operacionais, 65 veículos e um meio aéreo. Quanto a um segundo incêndio em que ocorreu a ignição esta tarde, de Ninho de Águia, também já se encontra em fase de rescaldo. No local, ainda estão 168 operacionais, 42 veículos e um meio aéreo", disse à TSF o comandante do Centro Distrtiral de Operações de Socorro de Santarém, Nuno Morgado.

"Estamos a falar de um perímetro de incêndio muito grande, uma área muito grande para consolidar rescaldo e para vigiar. Temos todos os meios no terreno a tentar consolidar a área na totalidade. Tudo faremos para que não haja reativações fortes e que ponham em causa o trabalho realizado nos dias anteriores", afirma.

Pelas 16h30, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém precisou à agência Lusa que a reativação do incêndio de Espite "ocorreu junto a Caxarias".

"Os meios foram imediatamente disponibilizados para o local. O combate ao incêndio está a evoluir favoravelmente", disse na altura a fonte do CDOS de Santarém.

A mesma fonte acrescentou que o fogo esteve próximo das habitações, mas os operacionais estiveram na defesa das casas.

Também no concelho de Ourém, distrito de Santarém, deflagrou hoje um novo foco de incêndio, em Ninho de Águia, na freguesia de Matas e Cercal, pelas 15h37, estando este fogo também em resolução.

"Existe vento forte no local, com projeções a média distância. Está a ser um combate difícil", referiu a mesma fonte do CDOS, esta tarde.

Pelas 18h36 estavam no terreno 175 elementos, 43 viaturas e seis meios aéreos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de