Francisco George diz ser oportuna reunião do Conselho de Saúde Pública

O ex-diretor-geral da Saúde lembra que "a condução e a gestão da pandemia não pode ser apenas política".

O ex-diretor-geral da Saúde Francisco George considerou "oportuna e seguramente importante" a reunião do Conselho Nacional de Saúde Pública para analisar a situação epidemiológica de Covid-19 "na perspetiva do futuro próximo", mas com base em análises cientificamente fundamentadas.

O Público noticia na edição desta terça-feira, citando o Ministério da Saúde, que o Conselho Nacional de Saúde Pública (CNSP) foi convocado para uma reunião na próxima sexta-feira à tarde.

A última vez que o CNSP se reuniu foi em 11 março, nove dias depois do início da pandemia em Portugal, para discutir medidas de contenção do surto de Covid-19.

Membro do Conselho Nacional de Saúde Pública designado pela ministra da Saúde, Marta Temido, Francisco George saudou a realização da reunião deste órgão consultivo do Governo, no âmbito da prevenção e do controlo das doenças transmissíveis, afirmando que "a condução e a gestão da pandemia não pode ser apenas política".

"Além dos aspetos que preocupam os políticos, naturalmente, há outras questões de cariz científico que não podem ser ignoradas", disse à agência Lusa o também presidente da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP).

"É neste sentido, que a reunião é oportuna e muito provavelmente já deveria ter tido lugar uma outra reunião deste órgão", adiantou o especialista em saúde pública, lembrando que a lei que trata dos assuntos referentes a crises epidémicas prevê a constituição deste órgão e a sua reunião.

Por estas razões, Francisco George disse que encara com "toda a naturalidade a convocatória", afirmando-se convicto de que "a análise vai trazer resultados conjuntos colegiais interessantes".

Para o especialista em saúde pública, a evolução da pandemia de Covid-19 em Portugal constitui "um motivo de preocupação, de atenção", mas frisou que também é preciso "ter uma palavra de confiança e é exatamente esta questão que vai ser analisada na reunião do conselho no dia 23".

A reunião do Conselho Nacional de Saúde Pública foi convocada um dia depois da coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, ter proposta a criação de um conselho científico para responder à pandemia, que funcione de forma permanente e independente, considerando incompreensível que Portugal seja dos poucos países desenvolvidos sem este mecanismo.

Catarina Martins disse ainda que "o Conselho Nacional de Saúde Pública não reúne desde março" e "o Conselho Nacional de Saúde reúne quando o Governo pede para ser convocado", não tendo sido criada "nenhuma comissão científica de acompanhamento da pandemia".

O Conselho Nacional de Saúde Pública integra representantes dos setores público, privado e social, incluindo as áreas académica e científica, pretendendo-se eclética e abrangente, mas operacional e atuante, razão pela qual muitos dos seus membros o são por inerência de funções diretamente ligadas à Saúde Pública, segundo informação publicada no Portal do SNS.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de