Despedimentos na Altice: Frente Sindical vai anunciar medidas de luta numa concentração em Lisboa

Os seis sindicatos que representam os trabalhadores da Altice repudiam o despedimento coletivo anunciado pela empresa e prometem medidas de luta. O ponto de partida é uma concentração junto à sede da Altice em Lisboa onde vão ser anunciados os passos seguintes.

O não ao despedimento coletivo na Altice é dado pelos seis sindicatos que compõem a Frente Sindical, o Sindicato Nacional dos Trabalhadores das Telecomunicações e Audiovisual, o Sindicato dos Trabalhadores do grupo Altice em Portugal, o Sindicato Nacional dos Trabalhadores de Correios e Telecomunicações, o Sindicato dos Trabalhadores de Telecomunicações e Comunicação Audiovisual, o Sindicato de Quadros das Comunicações e a Federação do Engenheiros. Os seis estiveram reunidos esta quarta-feira e decidiram convocar uma concentração para sexta-feira, dia 26 de junho, ao meio-dia, em Picoas, junto à sede da Altice em Lisboa.

Até lá, os sindicatos vão amadurecer ideias relativamente às formas de luta que vão adotar. Jorge Félix, presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Grupo Altice, volta a sublinhar que os argumentos da empresa para o despedimento coletivo não convencem e conta que na reunião desta quarta-feira a decisão da empresa foi repudiada por todos os sindicatos.

Quanto à concentração da próxima sexta-feira, Jorge Félix afirma que ela vai juntar trabalhadores e delegações dos sindicatos e vai contar com uma conferência de imprensa na qual a Frente Sindical vai anunciar as medidas de luta. "Vão ser várias ações", assegura desde já o sindicalista. O objetivo é fazer com que a empresa deixe cair o despedimento coletivo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de