Governo avança com mais limitações em Paços de Ferreira, Felgueiras e Lousada

O dever de permanência no domicílio é uma das várias medidas que entram em vigor às 00h00 desta sexta-feira.

A velocidade de crescimento da Covid-19 em três concelhos (Paços de Ferreira, Lousada e Felgueiras) levou o Governo a aumentar as restrições, dada a "elevada pressão de novos casos" nestes concelhos densamente povoados, justifica Marta Temido, à saída da reunião do Conselho de Ministros.

Serão adotadas medidas especiais como o dever de permanência no domicílio, à exceção de algumas localidades e proibição de quaisquer eventos com mais de cinco pessoas.

O teletrabalho obrigatório passa a ser obrigatório nestes concelhos e haverá suspensão de visitas a lares e funcionamento de centros de dia.

Norma aplicada a três concelhos entra em vigor às 00h00

Trabalhar, ir à escola e ir às compras são atividades contempladas nas exceções de abandono do domicílio nos concelhos de Paços de Ferreira, Lousada e Felgueiras. Também os passeios higiénicos são permitidos. Norma entra em vigor às 00h00 do dia 23 de outubro.

Proibida circulação entre concelhos de 30 de outubro a 3 de novembro

O Conselho de Ministros aprovou um a proibição de circulação entre diferentes concelhos do território nacional continental "das 00h00 de 30 de outubro até às 23h59 de 3 de novembro", anunciou a ministra Mariana Vieira da Silva.

Por corresponder ao fim de semana do Dia dos Fiéis Defuntos, o Governo diz reconhecer que "há necessidade de assinalar o luto" e, por isso, declarou o dia 2 de novembro como Dia de Luto Nacional como forma de prestar homenagem aos falecidos, em particular as vítimas de Covid-19.

LEIA AQUI O COMUNICADO DO CONSELHO DE MINISTROS NA ÍNTEGRA

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de