Governo não vai prolongar período de exceção para voos noturnos em Lisboa

A medida esteve em vigor durante seis semanas para que fosse trocado o sistema de gestão de tráfego aéreo por razões de segurança operacional. Durante este período, era possível aterrar em Lisboa entre a meia-noite e as 02h00 e entre as 05h00 e as 06h00.

Termina esta segunda-feira o período de exceção para voos noturnos no aeroporto de Lisboa, entre a meia-noite e as 02h00 e entre as 05h00 e as 06h00. A medida, que durou seis semanas, foi tomada para que fosse trocado o sistema de gestão de tráfego aéreo por razões de segurança operacional.

Durante este período, foi possível receber um máximo de 128 voos noturnos no Aeroporto Humberto Delgado, uma medida que foi contestada pelo PAN, pelo PCP e pelo Livre.

Contactado pela TSF, o Ministério das Infraestruturas garantiu que o período foi de exceção e que não vai haver qualquer prolongamento do prazo.

A NAV, empresa que faz a gestão da navegação aérea, em resposta à TSF, garantiu que a entrada em operação do sistema de gestão de tráfego aéreo TopSky tem decorrido como planeado e já está em operação integral, além
do centro de controlo do tráfego aéreo de Lisboa, nas torres de controlo dos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Cascais, Funchal e Porto Santo.

Nesse sentido, sublinha a NAV, a partir desta segunda-feira deixa de haver qualquer restrição, garantindo ainda que não foi nem se prevê que venha a ser pedido qualquer prolongamento.

A TSF contactou também a ANA, mas, até ao momento, ainda não obteve qualquer resposta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de