Greta em 'tour' pelo clima. Primeira paragem: Lisboa

A jovem ativista sueca Greta Thunberg deve desembarcar esta manhã em Lisboa, após atravessar o Atlântico em catamarã, no mesmo dia em que parte para Madrid para participar na cimeira do clima da ONU.

De acordo com a organização da visita de Greta Thunberg, a jovem será recebida junto da Doca de Santo Amaro pelo presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, e por jovens ativistas portugueses.

O presidente da comissão parlamentar de Ambiente, o deputado do BE José Maria Cardoso, também irá receber a ativista assim como a deputada Maria Manuel Rola e o vereador na Câmara de Lisboa, Manuel Grilo.

A deputada do Partido Ecologista "Os Verdes" Mariana Silva também anunciou que participará na receção a Greta Thunberg.

Por seu lado, o Presidente da República saudou a chegada da ativista a Lisboa, mas não irá cumprimentar a jovem à Doca de Alcântara por considerar que poderia "ser considerado aproveitamento político".

Thunberg dá depois no local uma conferência de imprensa. Segundo a organização, vão falar, além de Greta Thunberg, jovens ativistas portugueses, Riley Whitelum, o comandante do "La Vagabonde", barco no qual fez a travessia de Hampton, Virgínia (Estados Unidos), para Portugal, e Nikki Henderson, membro da tripulação e marinheira profissional.

A organização espera centenas de pessoas na receção a Greta Thunberg, de 16 anos, que se celebrizou em todo o mundo por ter iniciado no seu país (Suécia) as greves pelo clima, em protesto pela falta de medidas dos políticos para fazer face às alterações climáticas.

ACOMPANHE EM DIRETO A CHEGADA DA ATIVISTA A LISBOA:

Greta atravessou o oceano de barco em setembro passado para participar numa cimeira sobre alterações climáticas em Nova Iorque, convocada pelo secretário-geral da ONU, António Guterres. A jovem recusou viajar num avião, que polui, e optou por um barco à vela.

Depois de participar na cimeira de Nova Iorque a jovem ativista deveria ter viajado para o Chile, para a cimeira anual da ONU sobre o clima, no caso a chamada COP25. À última da hora o Chile renunciou à organização do encontro devido à instabilidade social no país, tendo a COP25 passado para Madrid.

Por esse motivo a jovem sueca embarcou em 13 de novembro, de regresso à Europa, no "La Vagabonde", o barco de um casal australiano que deve chegar pelas 8h00 desta manhã a Lisboa.

De acordo com os organizadores da visita não está prevista qualquer outra iniciativa da jovem, que deve partir de comboio ainda esta terça-feira para Madrid, para participar na COP25, que começou na segunda-feira e que junta representantes de quase 200 países, signatários do Acordo de Paris, de redução das emissões de gases com efeito de estufa.

Greta Thunberg é hoje uma das vozes mais conhecidas na defesa do ambiente e as greves climáticas que iniciou são agora seguidas por milhões de jovens do mundo inteiro.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de