Greve à vista: bombas devem reforçar stocks de gasolina e gasóleo

Recomendação foi feita esta quarta-feira a 12 dias do início da greve dos motoristas.

A Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE), entidade que em nome do Estado acompanha e regula o setor dos combustíveis, emitiu esta quarta-feira uma recomendação para que "todos os postos de abastecimento" em Portugal "reforcem" os seus stocks.

No comunicado enviado a quem trabalha no setor a ENSE reconhece "as dificuldades" colocadas para algumas empresas por esta recomendação, mas sublinha que a faz tendo em conta que "se aproxima a data de início da greve dos motoristas de matérias perigosas" pois é preciso "acautelar" a existência de combustível.

O mesmo comunicado sublinha que esta "é apenas uma recomendação, não configurando uma obrigação legal".

A greve convocada pelo Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas e pelo Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias tem data marcada para começar a 12 de agosto, daqui a quase duas semanas.

A paralisação será por tempo indeterminado e ainda não há acordo ou decisão do Governo sobre os serviços mínimos.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados