Greve da CP agendada para esta terça-feira foi suspensa

Governo demonstrou abertura para retomar as negociações com o Sindicato Independente Nacional dos Ferroviários.

Foi suspensa a greve de ferroviários da CP - Comboios de Portugal, agendada para esta terça-feira, depois de o Governo ter demonstrado abertura para retomar as negociações.

A paralisação tinha sido convocada pelo Sindicato Independente Nacional dos Ferroviários para exigir a valorização dos salários e das carreiras e protestar contra escalas de serviço com mais de nove horas.

Teria início esta terça-feira e prolongar-se-ia até 2 de junho, mas esta manhã o representante do sindicato, António José Pereira, afirmou, em declarações à SIC Notícias, que o Ministério das Infraestruturas se comprometeu a voltar a negociar.

"Aquilo que nos foi garantido é que o Governo esta empenhado em resolver o problema, que tudo o que está a ser feito é para desbloquear a situação. Até prova em contrário damos um voto de confiança ao senhor ministro", afirmou o dirigente do antigo sindicato dos ferroviários braçais, que representa sobretudo manobradores.

Caso as negociações voltem a falhar, o Sindicato Independente Nacional dos Ferroviários não descarta agendar uma nova greve.

Para quinta-feira está marcada outra paralização na CP, mas de 24 horas, convocada pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário (SNTSF), da CGTP, que poderá motivar perturbações na circulação dos comboios.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de