Greve geral. Utentes "devem contactar hospitais" para confirmar consultas

Com o mundo em alerta para o contágio do coronavírus, o presidente da Associação dos Administradores Hospitalares diz também que a greve não vai afetar o funcionamento dos hospitais, já que, em caso de suspeitas da doença, ninguém deve seguir diretamente para as urgências.

Nas vésperas da greve geral da função pública, o presidente da Associação dos Administradores Hospitalares aconselha os pacientes que tenham consulta ou cirurgia marcada para sexta-feira a confirmá-las já esta quinta-feira junto dos serviços administrativos da unidade de saúde.

Alexandre Lourenço esclarece, em declarações à TSF, que os utentes "devem contactar diretamente os serviços administrativos dos hospitais, quer para consultas, quer para cirurgias" e "procurar saber se não têm essas consultas".

O reagendamento decorrerá, em princípio, ainda esta quinta-feira. "Já existe uma proatividade dos hospitais para reagendar alguma atividade. Em princípio deveriam fazer a alteração já durante o dia de hoje [quinta-feira] para evitar que os pacientes tenham algum transtorno."

O representante dos administradores hospitalares admite que estas "situações não são programadas e irão sempre causar transtornos para os doentes", mas pode ser feita uma "atenuação de danos".

Com o mundo em alerta para o contágio do coronavírus, Alexandre Lourenço diz que a greve não vai afetar o funcionamento dos hospitais, já que, em caso de suspeitas da doença, ninguém deve seguir diretamente para o serviço de urgências.

"A resposta é dada através dos serviços de urgência. Também se alerta os doentes para que, sempre que tiverem as características de sintomatologia ou de contacto com algum possível doente, contactem previamente a linha Saúde 24, ficar em casa e não se dirigir para as urgências."

Alexandre Lourenço garante ainda: "No caso de surgirem casos nas urgências, os hospitais sabem como comportar-se e a greve não terá qualquer efeito."

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de