"Há setores racistas entre nós", Pacheco Pereira diz que Santos Silva "abusou" e outros destaques TSF

Marcelo disse que qualquer comportamento racista ou xenófobo "é condenável e intolerável" e deve ser devidamente punido, "seja qual for a vítima".

O Presidente da República reagiu esta segunda-feira ao caso de racismo denunciado este sábado por uma atriz brasileira em Portugal e admite que "não vale a pena negar que há, infelizmente, setores racistas e xenófobos entre nós".

Já a Porto Editora vai retirar a referência ao Vitória de Guimarães dos manuais escolares de Filosofia do 10.º ano. Em comunicado, a editora pede desculpa pelo erro, mas mantém o exemplo dos insultos racistas ao jogador Marega no livro escolar e explicou à TSF que é feita referência ao caso para abordar a "subjetividade moral do tema" e "levar os alunos à reflexão crítica".

Para Pacheco Pereira, comentador no programa Princípio da Incerteza, da TSF e CNN Portugal, o presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, abusou do seu poder como segunda figura do Estado no diferendo com o Chega no Parlamento, quando decidiu responder à intervenção de André Ventura sobre imigrantes.

Na Índia, as autoridades revelaram a primeira morte por varíola dos macacos no país. A vítima é um homem que tinha regressado recentemente dos Emirados Árabes Unidos, avançou a AFP. O Ministério da Saúde do país afirmou que os testes ao homem de 22 anos, que morreu no sábado, "mostraram que tinha varíola dos macacos".

Tal como admitiu aos jornalistas, o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, também reconheceu a Marcelo Rebelo de Sousa que houve "congestionamento e constrangimento" nas chamadas, mas não referiu que o SIRESP tenha falhado nos incêndios.

É mais uma voz a alertar para os aumentos na próxima fatura da eletricidade. À TSF, a Cooperativa Copérnico explica que houve demasiadas expectativas na criação do mecanismo ibérico para conter os preços, mas sem ele pode ser pior. Pelo menos por agora, o refúgio pode estar na tarifa regulada, ainda que só para as famílias.

O Novo Banco registou, no primeiro semestre deste ano, lucros de 266,7 milhões de euros, um aumento de 93,7% em relação a igual período do ano passado, adiantou a instituição, em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Apesar de ter promulgado o Estatuto do Serviço Nacional de Saúde (SNS), Marcelo Rebelo de Sousa referiu que o diploma "levanta dúvidas em três domínios fundamentais que importa ter em atenção." Três anos depois da "aprovação da Lei de Bases da Saúde", o chefe de Estado português afirmou que "é preciso recuperar os anos perdidos, nomeadamente, com a pandemia e é pelo Estatuto do Serviço Nacional de Saúde que se deve começar qualquer reforma séria, efetiva e global da Saúde em Portugal" e, por isso, "retardar a sua entrada em vigor seria incompreensível para os Portugueses."

Tanto o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, como o presidente da Associação dos Administradores Hospitalares, Xavier Barreto, confessaram à TSF partilhar as preocupações de Marcelo Rebelo de Sousa no ponto em que o Presidente da República se refere aos seis meses que faltam para regulamentar vários aspetos do estatuto do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Na Austrália, Lidia Thorpe, senadora indígena, protagonizou um momento insólito durante a tomada de posse no Senado. Durante o juramento, Thorpe distorceu as palavras do texto original e chamou de "colonizadora" a rainha Isabel II.

O grupo Pluris vai prescindir do empréstimo de 40 milhões de euros concedidos pelo Banco Português de Fomento e vai realizar um aumento de capital na próxima semana com fundos próprios, anunciou esta segunda-feira o presidente Mário Ferreira.

No que diz respeito ao futebol, Danny Loader foi a grande surpresa de Sérgio Conceição no onze portista da Supertaça Cândido de Oliveira, frente ao Tondela. O treinador José Gomes, que trabalhou com o inglês no Reading, elogia à TSF o comprometimento do avançado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de