Helicóptero aterra de emergência na Serra da Estrela. Fogo na Covilhã faz mais quatro feridos

Três bombeiros e um sapador florestal ficaram feridos, esta terça-feira, na sequência do fogo que deflagrou no concelho da Covilhã.

Um helicóptero de combate a incêndios foi obrigado a aterrar de emergência, esta tarde, na Serra da Estrela. A aeronave estava a participar no combate ao fogo que deflagrou no concelho da Covilhã quando teve um problema técnico, que obrigou a uma aterragem forçada.

Fonte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil adianta à TSF que os ocupantes estão a salvo.

Em conferência de imprensa, esta terça-feira, o comandante regional da Proteção Civil do Centro, António Ribeiro, adianta que o incêndio causou, esta terça-feira, ferimentos ligeiros em quatro pessoas - três bombeiros e um sapador florestal. Desde o início do incêndio serão já , ao todo, pelo menos nove os feridos contabilizados, de acordo com fonte da Proteção Civil.

O comandante ressalvou que, apesar de a situação ter estado perto de de controlada na última noite - com o incêndio confinado a apenas uma frente, em Verdelhos -, o combate ao fogo complicou-se esta tarde, com "ventos fortes e erráticos" a provocarem "reacendimentos fortes".

Foi necessário, esta terça-feira, retirar 26 pessoas de Verdelhos para casas de familiares e cortar a estrada municipal 501, de acesso a essa mesma localidade, referiu fonte do CDOS. No entanto, sublinhou o comandante António Ribeiro, nenhuma habitação foi atingida pelas chamas, até ao momento.

O incêndio da Covilhã está a ser combatido por mais de 800 operacionais, apoiados por mais de 200 viaturas.

Notícia atualizada às 20h29

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de