Hospitais de São João, Braga e Amadora-Sintra passam a liderar reclamações na saúde

No maior hospital do Porto e no Hospital de Braga as queixas dispararam. Hospitais com mais reclamações não são os que recebem mais elogios.

O São João, no Porto, foi a instituição hospitalar do país com mais reclamações no primeiro semestre de 2020, seguida do Hospital de Braga e do Hospital Amadora-Sintra.

Os números são da Entidade Reguladora da Saúde (ERS) que recebe e dá uma resposta às queixas dos utentes.

De janeiro a junho o Centro Hospitalar de São João passou a ser a instituição hospitalar mais reclamada (1.933 queixas), com 1.926 protestos relacionados com a atividade do Hospital de São João, ou seja, mais do dobro do que tinha acontecido em igual período de 2019 (apenas 773).

Segue-se o Hospital de Braga, que no último ano deixou de ser uma Parceria Público-Privada com 1.530 queixas, muito mais do que as 786 registadas no primeiro semestre do ano anterior.

O Hospital Amadora-Sintra é o terceiro desta lista, mas aqui até se registou uma descida, de 1.333 reclamações para 1.190.

Santa Maria com menos reclamações

Se há um ano o Hospital de Santa Maria, o maior de Lisboa, era aquele que registava mais queixas, agora o Centro Hospitalar de Lisboa Norte (que integra este hospital) desce para quarto lugar neste ranking com 1.034 reclamações em seis meses.

Seguem-se o Centro Hospitalar do Porto (1.007; que inclui o Hospital de Santo António), bem como o maior hospital da Margem Sul do Tejo (o Garcia de Orta com 868), o Centro Hospitalar do Algarve (842) e o Centro Hospitalar de Coimbra (790).

Nos privados, a Lusíadas surge como a entidade com mais reclamações (1.152), seguida do Hospital da Luz (987) e do Hospital da CUF Descobertas (944) e da CUF Infante Santo (731).

Se em vez das queixas olharmos para o ranking dos elogios este é bastante diferente.

No primeiro lugar surge o Centro Hospitalar de Lisboa Norte (onde se inclui o Hospital de Santa Maria) com 333 elogios escritos nos primeiros seis meses do ano, seguido de um privado, o Hospital da Luz (226), e do Hospital de Vila Franca gerido em Parceria Público-Privada (209).

Nas listas feitas pela Entidade Reguladora da Saúde, as entidades que estão no topo das vinte com mais queixas, como o São João, o Amadora-Sintra ou o Hospital de Braga, surgem bem mais abaixo na tabela quando o objetivo é revelar as vinte instituições com mais elogios.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de