Incêndios em Odemira causaram quatro feridos, um dos quais grave

O jovem de 20 anos que sofreu ferimentos graves tem "queimaduras de primeiro e segundo grau" em 40% do corpo.

O incêndio que está ativo em Odemira, desde quarta-feira, provocou quatro feridos, um dos quais grave, além de uma pessoa ter sido assistida no local, revelou esta quinta-feira o comandante operacional distrital de Beja (CODIS) da Proteção Civil, Carlos Pica.

Num 'briefing' aos jornalistas, em Sabóia, onde está instalado o posto de comando do combate ao fogo, o responsável explicou que o jovem de 20 anos que sofreu ferimentos graves, na quarta-feira, tem "queimaduras de primeiro e segundo grau" em 40% do corpo.

O homem, um civil, foi assistido por elementos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e transportado para o hospital, já tinha adiantado à agência Lusa, na quarta-feira, fonte da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

Além disso, houve três feridos ligeiros e "uma pessoa assistida", acrescentou o comandante das operações de socorro, frisando: "São as tais ocorrências que temos nestes incêndios, que são as entorses, as más disposições e tudo mais."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de