Infarmed autoriza compra do medicamento mais caro do mundo para a bebé Matilde

A bebé Matilde vai receber o Zolgensma, tal como uma outra criança em Portugal.

O Infarmed autorizou o Hospital Santa Maria a utilizar o medicamento mais caro do mundo no caso da bebé Matilde e de uma outra criança. Agora, o hospital poderá comprar o medicamento que será pago pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Fonte do instituto do medicamento (Infarmed) confirmou à TSF que foram deferidos os dois pedidos especiais enviados por aquele hospital. Este pedidos são feitos no caso de medicamentos inovadores que ainda não foram avaliados ou autorizados pela Agência Europeia do Medicamento e pelo Infarmed, a nível nacional, como é o caso do Zolgensma.

A bebé Matilde, de três meses, nasceu com atrofia espinhal muscular tipo I e teve ontem alta do Santa Maria, em Lisboa.

Os pais da criança recolheram donativos num valor superior a dois milhões de euros para comprar esta injeção de dose única, apresentada como terapia genética dirigida à raiz da doença que afeta a bebé.

O elevado preço do medicamento prende-se com o investimento realizado na investigação.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados