Autarcas do interior aplaudem decisão de reabertura dos CTT

Câmaras de Mondim de Basto, Vila de Rei e Marvão mostram-se satisfeitos com anúncio do novo presidente dos CTT. Atualmente há 33 concelhos sem estação de correios.

Os autarcas aplaudem a decisão de reabrir um balcão dos CTT em todos os concelhos. O anúncio foi feito na quarta-feira pelo novo presidente dos CTT João Bento, onde garantiu que não haverá mais encerramentos.

Em declarações à TSF, o presidente da Câmara de Mondim de Basto, no distrito de Vila Real, felicita os CTT "por estarem a emendar um erro".

"Os municípios devem ter serviços públicos, é assim que nós entendemos a função do Estado, que deve estar presente nos municípios. De cada vez que encerra, o Estado retira-se e abandona as populações. Naturalmente, que esta é uma excelente notícia porque os CTT, a empresa está a emendar um erro", considera o autarca Humberto Cerqueira, sublinhando os efeitos negativos da decisão anterior.

"As pessoas sentem-se abandonadas e nós não podemos ter um país a duas velocidades. Estes concelhos do interior têm de ter exatamente o mesmo que há em qualquer concelho."

O anúncio da reabertura dos CTT deixou satisfeito também o presidente da Câmara de Vila de Rei, no distrito de Castelo Branco. Ricardo Aires quer saber quando a loja dos CTT vai reabrir.

"É ótimo para Vila de Rei. Claro que preferia que nunca tivesse acabado a estação dos CTT, mas vale mais tarde do que nunca e, penso eu, que a nossa voz foi ouvida pelo presidente dos CTT porque repudiámos esta situação", salienta à TSF o autarca. "Houve injustiça", disse.

Já o presidente da Câmara de Marvão recebeu a notícia com muita "alegria", lembrando que é um serviço essencial para a dinamização do interior do país. Luís Vitorino garante que os munícipes estão agora "na expectativa", sublinhando que este tempo, pré-eleitoral, é propício a este tipo de anúncios.

No parlamento, o presidente dos CTT defendeu que a empresa quer continuar a ser o concessionário do serviço postal universal.

"Não me revejo num país que não tenha um serviço postal universal. E no meu mandato enquanto presidente da Comissão Executiva é tudo fazer para ser o próximo concessionário", precisou João Bento, garantindo que a empresa vai reabrir as lojas encerradas.

"A minha primeira prioridade é a aproximação dos CTT aos nossos clientes e os nossos clientes são o povo português", referiu.

Atualmente há 33 concelhos sem estação de correios.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de