Calor como no último fim de semana? Não tão cedo

Se não foi à praia no último fim de semana, tão cedo não irá a banhos. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê que só a partir do próximo domingo as temperaturas comecem a subir. Mas gradualmente.

"Para já, não se registarão valores aproximados aos do último fim de semana." É a previsão do Instituto do Mar e da Atmosfera, em declarações à TSF. Prevê-se até a possibilidade de "precipitação fraca nas regiões norte e centro, no dia 18 (sábado) ", e, no dia 19 (domingo), na região sul.

Saímos de "um fim de semana com temperaturas realmente elevadas, acima do que é habitual para o mês de maio", com 12 graus acima do normal para a época, mas, de um dia para o outro, as temperaturas desceram quase 10 graus em muitos locais, como referiu Joana Sanches, do IPMA.

Ocorreu uma descida acentuada das temperaturas, nomeadamente "uma descida da máxima durante o dia de hoje [quinta-feira]" e "amanhã [sexta-feira] uma nova descida da máxima", principalmente nas regiões do interior, e da mínima, em todo o território continental.

Os termómetros marcam assim a mudança de massa de ar dum quadrante leste para um quadrante oeste, com "passagem de algumas ondulações frontais de fraca atividade".

As temperaturas voltarão a alterar-se a partir deste domingo, dia 19, dia em que se inicia uma subida gradual da máxima para valores ainda abaixo dos 30 graus. A partir de segunda-feira ainda se pode contar com alguma nebulosidade, e as temperaturas irão "aproximar-se daquelas que são as habituais durante o mês de maio".

Só daqui a uma semana as temperaturas voltarão a aproximar-se dos 30 graus.

Continuar a ler