Da falta de tempo para brincar ao excesso de tecnologia, os inimigos da infância

A psicóloga clínica Catarina Lucas identifica alguns dos fatores que estão a impedir que as crianças vivam uma infância mais saudável.

"Temos vários, temos a falta de socialização, a falta do estar com as outras crianças, temos um excesso de tecnologia e de horas de isolamento", começa por dizer Catarina Lucas. Para a psicóloga, estar ligado ao mundo através da internet é uma forma de isolamento.

Mas os inimigos da infância não se ficam por aqui. "Temos os pais que trabalham muitas horas e têm pouco tempo para eles, temos a falta de brincar na rua com outros amigos e tudo isto são inimigos das crianças", afirma Catarina Lucas.

Além disso, a psicóloga aponta a exigência académica como outro elemento de pressão na vida das crianças. "Temos que ser os melhores, temos que ter boas notas e também temos que ter uma série de outras habilidades, seja artísticas, seja desportivas. Estamos a colocar toda esta exigência e pressão nas crianças e estamos a tirar-lhes o direito a brincar."

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de