Fingem acidentes e levam vítimas a pagar danos. PSP alerta para esquema de burlas

Já foram registados mais de 30 casos do género desde o início do ano. PSP deixa conselhos aos automobilistas da zona de Lisboa.

A Polícia de Segurança Pública (PSP) está a alertar a população para um esquema de burla que envolve falsos acidentes de automóveis em Lisboa.

De acordo com a PSP, os burladores simulam danos provocados nas suas viaturas e tentam obrigar os condutores a pagar o arranjo dos alegados estragos.

"Os suspeitos selecionam as suas vítimas em parques de estacionamento, seguindo-as quando iniciam a sua marcha. Após alguns instantes, seguindo atrás das vítimas, buzinam insistentemente e tentam que estas parem para iniciar um diálogo", descreve a PSP em comunicado.

"Acusam as vítimas de provocarem danos nas suas viaturas (por distração ou durante a realização de manobras), exercendo pressão e tentando intimidar, com o intuito de que lhes seja dada uma certa quantia em dinheiro para arranjo dos danos (supostamente provocados pela vítima). Tendem a alegar que estão com pressa e que não podem esperar pela Polícia ou pelo preenchimento de declaração amigável", esclarece ainda o comunicado.

A PSP sublinha que os veículos costumam apresentar realmente apresentar danos e que "por vezes, para dar credibilidade à história, são causados alguns danos nas viaturas das vítimas".

Desde o início deste ano, foram registadas mais de 30 burlas do género, tendo já sido detidos dois suspeitos e identificados outros nove.

A Polícia de Segurança Pública aconselha, por isso, os automobilistas a "não entrar em acordo com um indivíduo que pede dinheiro" sempre que estejam envolvidos num acidente e a chamar sempre as autoridades ao local; a anotar sempre os dados da viatura ("matrícula, marca modelo e cor") dos suspeitos e a "denunciar sempre que seja vítima de tentativa de burla".

Notícia atualizada às 11h59

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de