Fogo em estacionamento em Góis destrói 13 viaturas. Há dois feridos

Uma dezena de automóveis ardeu e cinco foram parcialmente atingidos pelas chamas, cuja origem é ainda desconhecida.

Um incêndio num parque de estacionamento na concentração de motos de Góis, Coimbra, causou dois feridos graves e danos em 13 automóveis, tendo oito deles ardido, informou à Lusa o comandante dos bombeiros locais.

Um dos feridos graves é um jovem de 19 anos que sofreu queimaduras quando tentava apagar as chamas e foi transportado para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, precisou o comandante dos Bombeiros Voluntários de Góis, Jody Rato. O jovem foi levado para Coimbra, enquanto o outro ferido foi assistido no local, por inalação de fumos.

O fogo, para o qual os bombeiros receberam o alerta cerca das 20h00, deflagrou numa das zonas de estacionamento de serventia à Concentração Internacional de Motos, evento organizado anualmente pelo Góis Moto Clube.

Uma dezena de automóveis ardeu e cinco foram parcialmente atingidos pelas chamas, cuja origem é ainda desconhecida.

Jody Rato salientou que a intervenção inicial do "dispositivo de prevenção" da organização e da segurança do evento evitou que os danos fossem maiores.

No combate às chamas, coordenado pelo comandante dos Bombeiros Voluntários de Góis, estiveram 51 elementos, incluindo de outras corporações do distrito de Coimbra, que foram auxiliados por 14 viaturas.

No local estiveram também militares do núcleo de investigação criminal da GNR.

* Atualizado às 11h25

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de