Já arderam pelo menos mil hectares de floresta na Sertã

Incêndio deflagrou pelas 14h50.

O presidente da Câmara da Sertã, José Farinha Nunes, disse à Lusa que já arderam "pelo menos mil hectares" de floresta, consumidos pelo incêndio que hoje deflagrou no concelho.

O autarca explicou que o incêndio que deflagrou hoje, pelas 14h50, na localidade de Marmeleiro, no concelho da Sertã, "tomou rapidamente grandes proporções. Ninguém estava à espera", frisou.

Quanto à situação no teatro de operações, José Farinha Nunes disse que o fogo acalmou.

"A situação está agora [às 22h10] mais calma e parece que as coisas poderão ser controladas. Há máquinas de rasto no terreno a abrir aceiros. O receio está no dia de amanhã por causa dos ventos que estão previstos", sustentou.

O autarca adiantou ainda que, para já, não há quaisquer situações de risco para localidades nem tão pouco se coloca a hipótese de fazer quaisquer evacuações.

O incêndio florestal, que deflagrou pelas 14h50, na localidade de Marmeleiro, concelho da Sertã, já provocou sete feridos, seis bombeiros e um civil. Dois dos feridos foram transportados para uma unidade hospitalar de Coimbra, devido à gravidade dos ferimentos.

Segundo a página na internet da Proteção Civil, às 22h20, estavam no terreno a combater as chamas 549 operacionais, apoiados por 169 viaturas.

A Estrada Nacional (EN) 2, continua cortada ao trânsito entre Vila de Rei e Sertã.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de