Motoristas da Câmara de Lisboa suspendem greve

Autarquia ouviu os trabalhadores e acabou por dar-lhes razão.

Os motoristas da Câmara Municipal de Lisboa suspenderam a greve que tinha início previsto para esta quinta-feira e ia prolongar-se até domingo.

À TSF, o Sindicato Nacional de Motoristas explicou, na voz de Manuel Oliveira, que a autarquia foi sensível às reivindicações dos profissionais.

"O plenário entendeu mandatar o sindicato para suspender a greve. O que estava em cima da mesa era uma alteração do horário de trabalho, a câmara queria instituir horários de trabalho que eram contrários às vontades destes trabalhadores. A outra situação tinha a ver com o estacionamento dos trabalhadores, algo que lhes é bastante caro. A câmara ficou sensibilizada com estas reivindicações e entendeu ouvir os trabalhadores e dar-lhes razão", explica.

Com esta abertura do executivo municipal, os trabalhadores decidiram, em plenário e "por larga maioria" pela suspensão da greve.

A Câmara de Lisboa já tinha divulgado, durante esta quarta-feira, um comunicado em que informava que poderia "ser afetado o normal funcionamento do sistema de recolha de lixo na cidade", devido ao pré-aviso de greve.

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de