Sessenta jovens retirados de acampamento na Covilhã devido a incêndio

Autarca de Câmara da Covilhã explica que decisão foi tomada "por precaução".

Um fogo que deflagrou, esta segunda-feira à tarde, na localidade de Terlamonte, freguesia do Teixoso, concelho da Covilhã, obrigou a retirar, por precaução, 60 jovens que estavam a acampar, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Covilhã, Vítor Pereira.

O incêndio foi dado como dominado às 20h39, disse à agência Lusa fonte da Proteção Civil.

"Eram 60 jovens que estavam a acampar na Quinta do Rio, mesmo na margem do rio Zêzere, e que por precaução foram retirados. Foram encaminhados para o pavilhão gimnodesportivo da Escola C+S do Teixoso, onde se encontram agora", disse o autarca, que está a acompanhar o combate às chamas no teatro das operações.

Vítor Pereira garantiu que a evacuação foi realizada "apenas por precaução" e antes de as chamas terem chegado perto do local onde estavam as tendas.

Segundo referiu, o fogo está a lavrar numa zona de floresta, perto do rio, e não estão em risco localidades, sendo que o combate às chamas está a "progredir favoravelmente".

"Está a chegar uma máquina de rasto, temos meios aéreos e terrestres no terreno e estão todos a fazer o seu trabalho, pelo que a expectativa é positiva", acrescentou.

Segundo a informação disponibilizada na página oficial da Proteção Civil na Internet, este fogo começou às 15h21 numa zona de mato.

Às 18h20, as chamas estavam a ser combatidas por 101 operacionais, auxiliados por 28 veículos e seis meios aéreos.

(Notícia atualizada)

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de