Vinho do Douro Superior à prova em Foz Côa

Mais de seis dezenas de produtores marcam presença na 8.ª edição do Festival do Vinho do Douro Superior, que decorre no próximo fim de semana (17 a 19 de maio) em Vila Nova de Foz Côa

É um certame ganhou raízes, afirmou-se como um dos grandes eventos vínicos nacionais e transformou-se num exemplo de afirmação daquele território.

Colóquios, provas comentadas, concurso de vinhos e mostra de produtos regionais constam do programa deste festival, que vai já na 8.ª edição de um festival propício à apresentação de novidades pelos produtores - dos vinhos do Porto aos brancos e tintos desta sub-região -- e que que começou por ter a dimensão de uma pequena feira regional.

Hoje em dia, tem lugar reservado no calendário dos maiores acontecimentos do mundo do vinho português.

Para além dos vinhos, este festival organizado pelo município local com produção da Grandes Escolhas, mostra produtos típicos da região, dos queijos aos enchidos, dos doces e compotas ao azeite e à amêndoa, uma pérola deste território.

A prova comentada de azeites, dirigida por Francisco Pavão, profundo conhecedor da matéria, é uma das várias atividades que constam do vasto programa.

«Foz Côa, ponto de convergência de todas as proximidades» dá o mote para o colóquio, que ocupa a manhã de sábado (dia 18), moderado por Fernando Melo, crítico de vinhos e gastronomia.

Gonçalo Correia dos Santos, co-fundador da Pipadouro - Vintage Wine Travel, empresa de turismo fluvial de luxo; Bruno J. Navarro, presidente da Fundação Côa Parque; os irmãos Óscar e António Gonçalves, que lideram a pousada de Bragança, cujo restaurante G detém uma estrela Michelin; Bento Amaral, enólogo e professor, diretor dos Serviços Técnicos e de

Certificação do Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto (IVDP), e Francisco Seixas da Costa, embaixador, são os oradores.

Do programa constam ainda três provas de vinhos comentadas por Fernando Melo, Valéria Zeferino e Luís Lopes: "Grandes tintos do Douro Superior" (dia 17); "Grandes brancos do Douro Superior" (dia 18) e "Vinho do Porto" (dia 19).

O Concurso de Vinhos do Douro Superior, outro ponto-forte do festival, é aberto à participação de todos os produtores de vinhos desta sub-região, incluindo as grandes marcas, e premeia a categorias Douro (branco e tinto) e vinhos generosos, é outro ponto-forte do festival.

A avaliação é feita por um painel de jurados bastante eclético, formado por jornalistas, bloggers especializados, representantes do comércio e outros líderes de opinião.

A entrada no recinto da Expo Côa, onde decorre o festival, é gratuita.

Continuar a ler