Jovens belgas infetados. "Já admitiram que não terão cumprido as regras de segurança"

Diretora-geral da Saúde esclareceu que o primeiro caso deste surto pode até já ter vindo de algum jovem belga que pertencia ao grande grupo e nem sequer ter tido origem em Portugal.

Depois de pelo menos 67 jovens belgas, entre os 18 e os 20 anos, terem testado positivo para o novo coronavírus após regressarem de férias em Albufeira, no início do mês, Graça Freitas sublinhou que a situação foi detetada já depois de terem regressado ao país de origem e que faziam parte de grupos que viajavam de forma organizada.

"O Algarve, obviamente, tem casos. Em relação a isto, as autoridades de saúde do Algarve vão proceder a uma avaliação retrospetiva para tentar encontrar a origem, mas é sempre difícil porque já aconteceu há uns dias e a maior parte dos infetados já não está no país. Os organizadores já admitiram que não terão cumprido as regras de segurança, na Bélgica já fizeram esse reconhecimento", explicou Graça Freitas.

Segundo a responsável pela DGS, o primeiro caso deste surto pode até já ter vindo de algum jovem belga que pertencia ao grande grupo e nem sequer ter tido origem em Portugal.

"Não quer dizer que estas pessoas que adoeceram em Portugal, dado o período da incubação da doença e dado que muitas pessoas têm doença assintomática, tenham contraído a partir de uma pessoa que está residente em Portugal", acrescentou a diretora-geral da Saúde.

Ao todo, foram 130 os jovens belgas que passaram férias na primeira quinzena em Portugal com o operador turístico Summer Bash, tendo a empresa recomendado a realização de testes e de quarentena.

A maioria destes jovens é oriunda das cidades de Waregem, Tielt e Roeselare, na Flandres Ocidental, a parte neerlandesa da Bélgica.

À semelhança da região metropolitana de Lisboa e do norte de Portugal, o Algarve integra a classificação de "zona laranja" no sistema de semáforos do Ministério dos Negócios Estrangeiros belga, o que significa que o rastreio e a quarentena são apenas recomendados no regresso à Bélgica.

As autoridades belgas anunciaram que registaram, em média, 779 contágios por dia na semana de 6 a 12 de setembro, um aumento de 52% em relação ao período de sete dias anterior, estando previsto para esta quarta-feira novo balanço. No total, o país já registou 94 795 casos de contágio e 9930 mortes por Covid-19 desde o inicio da pandemia.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de