Madeira aplica legislação nacional sobre uso de máscaras e proíbe adeptos nos estádios

Miguel Albuquerque lembra que o país está a entrar "numa fase crítica da pandemia".

A aplicação da legislação nacional sobre a obrigatoriedade de máscaras, a comparticipação das despesas dos visitantes com testes positivos à chegada e a proibição de adeptos nos estádios são novas medidas anunciadas pelo Governo madeirense.

As decisões foram tomadas na reunião do Conselho do Governo Regional da Madeira, de coligação PSD/CDS, e anunciadas em videoconferência pelo presidente do executivo, Miguel Albuquerque.

Foi também decidida a realização de testes a atletas amadores.

"Estamos a entrar numa fase muito crítica da pandemia", declarou o governante, salientando que o Governo Regional da Madeira vai "continuar a tomar medidas de prevenção e profiláticas", como tem feito, o que permitiu "evitar uma tragédia de dimensão incalculável" no arquipélago.

Já na quarta-feira Miguel Albuquerque tinha anunciado que a região iria adaptar a lei que determina o uso obrigatório de máscara na rua, embora já esteja em vigor no arquipélago uma resolução nesse sentido desde 01 de agosto.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de