Mais de 43 mil animais abandonados recolhidos pelas câmaras em 2021

País ganhou 37 novos centros oficiais de recolha.

Desde 2017 que as câmaras não recolhiam tantos animais abandonados. No ano passado, os centros municipais deram abrigo a mais de 43 mil cães e gatos, sobretudo. Isto representa um aumento de quase 40% em comparação com 2020, segundo os dados de um relatório oficial que está, esta segunda-feira, no Jornal de Notícias.

O país ganhou 37 novos centros oficiais de recolha e, além destes construídos de raiz, houve também a ampliação de 21 instalações já existentes. Ao todo são agora 170 os centros autorizados. Os dados constam do relatório anual, divulgado pelo Instituto da Conservação da Natureza e Florestas.

O documento indica que no ano passado foram recolhidos 43600 animais. Dá uma média de 119 por dia.
Santo Tirso, Ponta Delgada, Cascais, Braga e Famalicão lideram a lista dos municípios com mais animais recolhidos: todos com mais de mil. Por outro lado, manteve-se, no ano passado, a tendência de subida do número de adoções. Foram mais de 25 mil, mais cinco mil do que em 2020.

No ano passado foram também eutanasiados 2300 animais, um decréscimo de 4%.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de