Mais de cem mil docentes e não docentes vacinados em quatro dias

Tiago Brandão Rodrigues afirma que "a grande maioria dos docentes e não docentes do nosso país têm, neste momento, a dose de reforço".

O ministro da Educação disse esta segunda-feira, em Felgueiras, que nos últimos quatro dias foram vacinados "mais de cem mil docentes e não docentes", indicando que "a grande maioria" tem agora a dose de reforço.

"Nos últimos quatro dias, pudemos reforçar a vacinação de docentes e não docentes. Mais de cem mil foram vacinados estes dias. Já havia um conjunto de cerca de 85 mil que estavam vacinados pela idade, anteriormente. Isso significa que a grande maioria dos docentes e não docentes do nosso país têm, neste momento, a dose de reforço", afirmou o governante, em declarações aos jornalistas.

O governante explicou que a Direção-Geral da Saúde referiu ser "importante, em função dos tempos de vacinação, testar agora todos os trabalhadores docentes e não docentes - os adultos que já tinham sido vacinados há mais tempo", o que está a acontecer.

Tiago Brandão Rodrigues assinalou o recomeço do ano letivo, após a paragem do Natal, na Escola Secundária de Idães, concelho de Felgueiras, no distrito do Porto, o primeiro estabelecimento de ensino do país a encerrar, no dia 7 de março do ano passado, quando surgiram os primeiros casos de Covid-19 na região de Felgueiras e Lousada.

Ainda sobre a vacinação com a dose de reforço, o ministro recordou que "as autoridades de saúde disseram que os docentes e não docentes que não puderam ser vacinados com senha digital Casa Aberta durante estes quatro dias, o poderão fazer nos próximos dias, porque continuarão a ser grupo prioritário".

Em relação aos alunos, Tiago Brandão Rodrigues recordou que já havia "um grupo muito significativo de jovens vacinados, entre os 12 e os 17 anos", acrescentando haver "agora, também, cerca de 300 mil crianças, entre os cinco e os 11 anos".

Segundo precisou, aquele número significa que "cerca de 50%", das crianças dos cinco aos 11 anos, já estão vacinados.

Na visita àquela escola, acompanhado pelo presidente da Câmara de Felgueiras, Nuno Fonseca, o ministro pôde assistir à realização de testes à Covid-19 aos docentes, que decorria naquele estabelecimento.

A propósito, o titular da pasta da Educação no Governo assinalou aos jornalistas que, "nesta semana, [a testagem] vai acontecer em todo o território nacional.

"São cerca de 220 mil docentes, professores, educadores, pessoal não docente, a ser testado por todo o país", observou, recordando haver, também, "municípios a fazer testagem em articulação com as farmácias locais".

"Nunca nos podemos esquecer que temos quatro testes gratuitos nas farmácias locais, um pouco por todo o país. E dessa articulação podem também os pais, as escolas e as autarquias fazerem parcerias com as farmácias, para aumentarem a testagem", acentuou.

Para Tiago Brandão Rodrigues, "essa tem sido uma enorme mais-valia, o facto de haver a testagem e a vacinação"

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de