Manuais escolares. Governo diz que "70% dos vouchers já foram resgatados"

O ministro da Educação considera mesmo que a distribuição gratuita dos livros é "um grande êxito", e que há famílias que ainda não os possuem por terem estado de férias.

O ministro da Educação garante que não há atrasos na entrega dos manuais escolares, e que todos os vouchers já foram emitidos. A questão, defende Tiago Brandão Rodrigues, é que as famílias dos estudantes estiveram de férias e só agora vão começar a levantar os livros.

"Eles foram entregues. As famílias é que ainda não as foram buscar, mas temos de entender que até hoje muitas famílias estiveram de férias, algumas no estrangeiro. Outras famílias decidiram fazer esse resgate mais tarde", refere o ministro da Educação, em Marco de Canaveses. Brandão Rodrigues esclarece ainda que "muitas famílias foram já às livrarias, e os livros já foram pedidos às editoras que os estão a produzir, e, obviamente, serão levantados quando as famílias tiverem algum tempo esta semana para o fazer".

De acordo com o governante, que sossega as famílias depois da controvérsia em torno dos manuais, sobretudo do 1.º ciclo, "70% dos vouchers já foram resgatados". A distribuição dos livros é, para o ministro, "um grande êxito", com "um milhão de estudantes a obter manuais escolares gratuitos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de