Maquinistas em greve esta quarta-feira. Suprimidos 366 comboios

Paralisação decorre até às 23h59 de dia 5 de janeiro. A CP permitirá o reembolso, no valor total do bilhete adquirido, aos clientes que já tenham comprado bilhetes para viajar em comboios suprimidos.

Os trabalhadores afetos ao Sindicato Nacional dos Maquinistas dos Caminhos de Ferro Portugueses (SMAQ) estão esta quarta-feira em greve à prestação de todo o trabalho.

A Comboios de Portugal suprimiu 366 das 549 ligações programadas entre as 00h00 e as 12h00, de acordo com o balanço mais recente feito pela CP cerca das 12h00. Circularam 183 comboios durante a manhã.

Antes, o presidente do Sindicato Nacional dos Maquinistas dos Caminhos de Ferro Portugueses (SMAQ), António Domingues, tinha dito, por sua vez, que a adesão à greve até às 08h00 era de 100% e que apenas estão a ser cumpridos os serviços mínimos

A paralisação decorre entre as 00h00 de 4 de janeiro e as 23h59 de dia 5 de janeiro como forma de contestação pela "falta de respostas" da CP e da tutela e pela "gritante ausência de uma proposta de atualização salarial que cubra a inflação registada em 2022".

O sindicato reivindica a "melhoria das condições de trabalho nas cabines de condução e instalações sociais" e das "condições de segurança nas linhas e parques de resguardo do material motor" e exige-se a "humanização das escalas de serviço, horas de refeição enquadradas e redução dos repousos fora da sede", a "implementação de um efetivo protocolo de acompanhamento psicológico aos maquinistas em caso de colhida de pessoas na via e acidentes", o "reconhecimento e valorização das exigências profissionais e de formação dos maquinistas pelo novo quadro legislativo" e o cumprimento integral do acordo de empresa.

O sindicato pretende ainda o "reconhecimento de categoria superior aos associados do SMAQ que desempenham/desempenharam serviço em órgãos de acompanhamento de tráfego" e manifesta-se "contra a absurda discriminação das categorias operacionais em matéria de tolerâncias de ponto na quadra festiva".

Para esta quarta e quinta-feira foram definidos serviços mínimos, que podem ser consultados no 'site' da empresa, para serviços Alfa Pendular e Intercidades; Regional, InterRegional e Internacional; Comboios Urbanos do Porto e de Coimbra e Comboios Urbanos de Lisboa.

A CP permitirá o reembolso, no valor total do bilhete adquirido, aos clientes que já tenham bilhetes adquiridos para viajar em comboios dos serviços Alfa Pendular, Intercidades, Internacional, InterRegional e Regional, ou "a sua revalidação gratuita para outro comboio da mesma categoria e na mesma classe".

Notícia em atualização

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de