Marcelo convida Costa a formar Governo, 270 militares deficientes esquecidos pelo Estado e outros destaques TSF

Formalização da indigitação de António Costa será feita depois de apurados os resultados eleitorais dos círculos da Europa e Fora da Europa.

Em Belém, foi dia de serem ouvidos os agora quatro maiores partidos do Parlamento: Iniciativa Liberal, Chega, PSD e PS. Os dois primeiros querem que os debates quinzenais regressem, mas o Rui Rio já avisou que não está na política para dar "espetáculo". O PS não respondeu, mas Costa já foi convidado a formar Governo.

Mais de 200 militares deficientes não viram as suas pensões atualizadas em 2016, algo que custaria ao estado 160 mil euros. O alerta é de um grupo encabeçado pelo Comandante Luís Costa Correia, que espera ver alguma reação do Ministério da Defesa.

Em Estarreja, as águas que alimentam a Ria de Aveiro deviam, por esta altura, alagar algumas zonas ribeirinhas mas, mais um sinal da seca que o país atravessa, tal não está a acontecer.

No Reino Unido, aviões militares britânicos intercetaram pelo menos um avião não identificado no Norte da Escócia depois de um site de aviação ter identificado o aparelho como sendo russo.

Duas missivas reveladas pelo El País mostram que a NATO e Washington recusam-se a assinar com a Rússia um acordo bilateral sobre a segurança na Europa, mas aceitam negociar medidas de desarmamento.

O fim das limitações na Suíça pode estar perto. O país acredita que a Covid-19 está a entrar numa fase endémica e, por isso, mais controlável, pelo que planeia levantar todas as restrições até meados de fevereiro.

Em Portugal, o Governo decidiu que a prospeção de lítio vai avançar em seis áreas. A Serra de Arga e Segura ficaram fora da lista.

No rescaldo do ataque de ontem à sede do Governo de Bissau, o número de mortos subiu para 11.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de