Marcelo lamenta incêndio no Hospital de São João

Incêndio causou um morto e quatro feridos graves.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, contactou esta noite o presidente do conselho de administração do Hospital de São João, no Porto, na sequência do incêndio desta tarde e exprimiu solidariedade com todos os envolvidos no acidente.

"O Presidente da República falou esta noite com o Prof. Doutor Fernando Araújo, Presidente do Conselho de Administração do Hospital de São João, para se inteirar do incêndio desta tarde, que causou quatro vítimas, uma das quais entretanto falecida, e exprimir solidariedade com todos os afetados e respetivas famílias, mas também com os profissionais daquela unidade de saúde", indicou um comunicado publicado na página oficial da presidência.

O incêndio que deflagrou este domingo no Hospital de São João, no Porto, causou um morto e quatro feridos graves, estando cinco profissionais a ser assistidos na urgência, anunciou o Centro Hospitalar, que vai abrir um processo de averiguações.

Em comunicado, o Centro Hospitalar Universitário São João (CHUSJ) explicou que o incêndio, de "elevada complexidade", foi dado como extinto às 19h00, "continuando neste momento em manobras de rescaldo".

"As causas do incêndio estão a ser apuradas e será aberto um processo de averiguações interno", acrescentou o comunicado, segundo o qual "o plano de incêndio do hospital e o plano de emergência interno foram prontamente ativados, possibilitando a deslocação dos doentes e dos profissionais, bem como o combate ao incêndio pelas equipas internas e pelas corporações de bombeiros".

De acordo com o mesmo texto, o hospital está a "prestar informação e apoio psicológico às famílias das vítimas e aos profissionais", tendo apresentado "os mais sentidos pêsames à família da vítima mortal".

O incêndio atingiu, pelas 17h40 deste domingo, o piso 9 do Hospital de São João, onde se encontra o serviço de Pneumologia, e obrigou à retirada de doentes do local.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de