Marta Soares acusa Proteção Civil de "irresponsabilidade" no caso dos kits

O presidente da Liga dos Bombeiros pede que sejam apurados os responsáveis.

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses critica e arrasa o facto de os kits destinados à prevenção e defesa da população, no âmbito do programa Aldeias Seguras, terem equipamento com revestimento inflamável.

"Só posso efetivamente afirmar o meu profundo lamento por uma atitude dessas que é demonstrativo de uma tremenda negligência e irresponsabilidade quando efetivamente se faz um kit para prevenção e defesa", frisou à TSF Jaime Marta Soares, que exige ao ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, a abertura de um inquérito para apurar responsabilidades.

"As autoridades têm de assumir e pedir desculpa por esse erro. O MAI, na minha opinião, deve mandar instaurar através dos meios próprios, na IGAI, um inquérito rigoroso para que quem foi o responsável por isso, sofrer as devidas consequências", disse o presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses.

O programa Aldeias Seguras engloba 1909 aldeias.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de