Médicos referem ligação entre a Covid-19 e alterações psicopatológicas

Centro Hospitalar de Leiria abre consulta de psiquiatria pós-Covid para avaliar incidência de sintomas característicos de stress pós-traumático.

Entre os doentes que precisaram de internamento, a Covid-19 parece contribuir para perturbações do sono, dificuldades de concentração e alterações do foro psicológico e psiquiátrico.

Segundo Cláudio Laureano, diretor do Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental do Centro Hospitalar de Leiria, algumas das manifestações mais graves de infeção por SARS-CoV-2 originam "aquilo a que alguns autores já chamam Síndroma Pós-Covid", um quadro caracterizado "por ansiedade, sintomatologia depressiva, alterações do sono, e, inclusivamente, sintomas que em muito se assemelham, ou podem mesmo conjeturar, uma perturbação de stress pós-traumático".

No Centro Hospitalar de Leiria, está a funcionar desde 11 de junho uma consulta de psiquiatria pós-Covid, nesta fase dirigida a pessoas que receberam alta do internamento causado pelo coronavírus.

"Desenvolvem, com uma frequência significativamente superior aos doentes infetados por outros coronavírus, por outros vírus respiratórios, alterações psicopatológicas", explica Cláudio Laureano.

No que respeita a alterações do sono, "há estudos que já apontam prevalências superiores a 50%", com queixas de dificuldades em conciliar o sono, "particularmente, nos doentes que estiveram internados".

A consulta de psiquiatria pós-Covid no Centro Hospitalar de Leiria vai avaliar aos quatro, oito e 12 meses e encaminhar para alta ou seguimento.

Na primeira data foram atendidas 12 pessoas. Muitas outras estão já em lista para acompanhamento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de