Militar da GNR infetado com coronavírus em Faro

Posto territorial foi obrigado a fechar por algumas horas.

Um militar do posto territorial da GNR de Faro testou positivo à Covid-19. O posto territorial, como conta o porta-voz da Guarda Nacional Republicana, Hélder Barros, foi obrigado a fechar por algumas horas.

"Essa desinfestação aconteceu entre as 16h00 de ontem e as 7h00 de hoje. Este foi o período em que o posto esteve fechado e essa desinfestação foi garantida por militares da nossa unidade de emergência de proteção e socorro, que são militares especialistas nessa matéria. Depois da desinfestação aconteceu a limpeza e desde as 7h00 de hoje que o posto está aberto ao público, está a funcionar normalmente com recurso à parte do efetivo que não teve qualquer contacto com o militar infetado", explicou à TSF Hélder Barros.

O tenente-coronel Hélder Barros conta que todos os militares que poderão ter estado em contacto com o colega estão já em quarentena.

"Todos os militares que estiveram ao serviço no posto nas últimas semanas ficaram de quarentena em casa. Desse conjunto de 14 militares, três estão sob vigilância ativa, que significa que estamos a fazer contactos periódicos através do nosso centro clínico. Neste momento não há nenhum que tenham qualquer sintoma", acrescentou o porta-voz da GNR.

O militar doente encontra-se bem e a ser acompanhado em casa.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de