MP espanhol pede prisão preventiva para dois portugueses suspeitos de abuso sexual

Quatro portugueses foram detidos no sábado por suspeita de abuso sexual contra duas jovens espanholas, de 22 e 23 anos, numa pensão em Gijón.

O Ministério Público espanhol pede prisão preventiva para dois dos quatro portugueses detidos por suspeitas de abuso sexual. A informação foi avançada esta segunda-feira à tarde pelo advogado dos jovens.

Os quatro portugueses foram detidos no sábado por suspeita de abuso sexual contra duas jovens espanholas, de 22 e 23 anos, numa pensão em Gijón. Ainda esta segunda-feira devem conhecer as medidas de coação.

Segundo o jornal El Mundo, que cita fontes ligadas à investigação, as duas mulheres, uma asturiana e outra basca, deslocaram-se no sábado de manhã à esquadra para apresentar uma queixa, tendo relatado que tinham encontrado um homem num bar e que viajaram com ele para a pensão onde estava hospedado para um encontro sexual.

Segundo o relato das duas mulheres, pelo caminho apanharam um segundo homem e, ao chegar à pensão, estavam lá outros dois.

Os quatro obrigaram-nas a manter relações sexuais com todos eles, conta o mesmo jornal espanhol.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de