Ministério Público vai investigar morte de criança durante rali da Madeira

Menina de 8 anos foi atropelada e não resistiu aos ferimentos. Organização da prova diz que providenciou apoio psicológico para a família da vítima e para os pilotos envolvidos no acidente.

O Ministério Público vai investigar a morte da criança de oito anos que perdeu a vida após ser atropelada durante o rali da Madeira. A informação foi avançada esta tarde pelo Diário de Notícias da Madeira.

Estava a decorrer a fase final da corrida quando a menina de oito anos foi atropelada por um dos participantes. No local, recebeu assistência médica, mas não resistiu aos ferimentos. Em declarações à RTP, o responsável da organização da prova revela que "a criança não deveria estar no local" do acidente e, por isso, é necessário "averiguar o que se passou".

"Estamos a recolher todas as informações, não só dos agentes de segurança que estavam no local, como também dos nossos comissários. Portanto, toda a organização da prova irá com certeza expor a situação", garantiu José Paulo Fontes. "Tivemos a fazer apelos para esta prova especial de classificação durante muito tempo para as pessoas terem o comportamento em termos do seu posicionamento", acrescentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de