Ministério Público vai ter novas secções especializadas em violência doméstica

Os magistrados da investigação criminal vão articular-se com os colegas ligados a casos de família e menores.

Ministério Público vai ter quatro novas secções especializadas em violência doméstica, em Lisboa, Porto, Matosinhos e Seixal, onde o projeto-piloto deve arrancar em janeiro, avança o Jornal de Notícias.

De acordo com o JN, nestas novas secções especializadas, os magistrados da investigação criminal vão articular-se com os colegas ligados a casos de família e menores. A ideia é melhorar o combate à violência doméstica e, ao mesmo tempo, proteger as crianças e jovens dos conflitos entre os pais.

O JN adianta que já foi aberto um procedimento para selecionar os magistrados para estas novas secções, mas não se sabe quantos serão nem quanto tempo vai durar o projeto-piloto.

Esta sexta-feira, mais uma mulher foi morta, em Carrazeda de Ansiães, vítima de agressões com uma arma branca.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de