Ministra realça "corrida contra a variante delta através da vacinação"

Marta Temido, ouvida no Parlamento, salienta: "Queremos vencer a corrida contra a variante delta através da vacina e não de outros instrumentos."

No Parlamento, a ministra da Saúde sublinha que o número recorde de mais de 150 mil vacinas diárias prova que a aposta privilegia o "ritmo ao conforto", no combate à variante Delta".

"Somos dos países da União Europeia que mais vacinas tem ministradas. Queremos vencer a corrida contra a variante delta através da vacina e não de outros instrumentos", respondeu Marta Temido depois de ter sido questionada pelo deputado do PSD Ricardo Batista Leite sobre se o Governo deveria ir mais longe nas medidas para conter o avanço da pandemia de Covid-19, nomeadamente através de um eventual regresso ao estado de emergência.

"Não há impossibilidades totais", disse Marta Temido sublinhando, no entanto que "as "condições que hoje enfrentamos em termos epidemiológicos são distintas do início do ano".

Aposta mantém-se: chegar a setembro com 70% da população vacinada

A ministra da Saúde volta a lembrar as metas traçadas pela task force da vacinação: "Chegar a meados de setembro com a vacinação completa em mais de 70% da população e com mais de 90% com uma dose da vacina", essa "é a aposta" e "o plano" que o Governo subscreve.

Marta Temido avisa, no entanto, que o certificado Covid "deve ser usado com prudência, já que há muita incerteza sobre o que é a evolução desta doença".

* Em atualização

LEIA TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de