Paulo Nunes de Almeida, um "cavalheiro", um "entusiasta"que uniu o mundo empresarial

Paulo Nunes de Almeida era presidente da Associação Empresarial do Porto e do Conselho Fiscal do FC Porto. Tinha 60 anos.

Morreu Paulo Nunes de Almeida, presidente da Associação Empresarial do Porto e do Conselho Fiscal do FC Porto. De acordo com o site oficial do FC Porto Paulo Nunes de Almeida morreu na manhã desta quinta-feira, aos 60 anos, vítima de doença prolongada.

A Associação Empresarial de Portugal, em declarações à TSF, recorda Paulo Nunes de Almeida como uma figura de referência que deixa uma marca no universo corporativo português.

Pedro Góis, investigador de Coimbra responsável por um estudo sobre o regresso da geração mais qualificada, aponta que "Paulo Nunes de Almeida era aquilo que poderíamos definir como um cavalheiro da vida económica, social, política e desportiva do país".

O sociólogo e professor universitário em Coimbra descreveu o presidente da AEP como "um grande senhor, com ideias muito avançadas em relação ao seu tempo, com os olhos postos no futuro, mas também com a capacidade de unir muita gente à sua volta".

"Temo que o seu legado não esteja totalmente assegurado, nomeadamente nesta questão de conciliar os portugueses que cá vivem com os que vivem lá fora", notou ainda o investigador que conheceu Paulo Nunes de Almeida "através de um projeto que a Fundação EDP apoiou, e que pretendeu conhecer o potencial da diáspora".

Para Pedro Góis, o presidente da Associação Têxtil e do Vestuário de Portugal e presidente do Conselho Fiscal do FC Porto e da SAD azul e branca preservou sempre "a ideia de que não devíamos deixar os nossos compatriotas isolados, mas mantermo-nos sempre conectados".

"Um entusiasta, um homem que fazia pontes, respeitado por toda a gente." É assim que Silva Peneda, antigo presidente do Conselho Económico e Social, descreve o distinguido com a Grã-Cruz da Ordem de Mérito Empresarial.

Silva Peneda, à conversa com a TSF, assinalou a mestria com que Paulo Nunes de Almeida conquistou "várias vitórias empresariais ao longo de vários Governos". Exemplo no verdadeiro significado do associativismo, Paulo Nunes de Almeida foi, de acordo com Silva Peneda, um homem que edificou um universo empresarial mais unido.

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, lamentou também a morte do presidente da AEP, e lembrou Nunes de Almeida como um "dirigente associativo empenhado no diálogo social".

Em comunicado, José Vieira da Silva disse que "foi com enorme pesar" que tomou conhecimento da morte de Paulo Nunes de Almeida e destacou "o seu papel como dirigente da AEP [Associação Empresarial de Portugal] e enquanto dirigente associativo empenhado no diálogo social".

Para o ministro do Trabalho, o empenho de Nunes de Almeida "como promotor de inovação e defensor da mobilização de todos na qualificação de pessoas e instituições" destacou-se a um nível elevado.

"Neste momento de tristeza manifesto à sua família e à AEP a minha profunda solidariedade e sinceras condolências", concluiu.

Por seu lado, o Presidente da República salientou a capacidade de liderança de Paulo Nunes de Almeida."Como empresário, e como dirigente associativo, Paulo Nunes de Almeida liderou pelo exemplo, pela capacidade de ouvir e unir e pela sua energia e resiliência demonstradas até ao fim", lê-se na mensagem de Marcelo Rebelo de Sousa publicada na página da internet do Palácio de Belém.

Na nota recorda-se que foi esse exemplo que o Presidente da República "assinalou com a recente e merecida homenagem e atribuição da Grã-Cruz da Ordem do Mérito Empresarial, classe do mérito industrial, por ocasião dos 170 da AEP, em maio passado".

"Os empresários portugueses perdem um homem bom que representava com empenho a iniciativa empresarial", declara Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República apresentou "sentidas condolências à família e à associação empresarial que dirigiu com grande dinamismo desde 2014, após longos anos na vice-presidência".

* Atualizado às 17h50

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados