Município da Povoação com cerca sanitária

Objetivo é conter a comunidade, identificar contactos e recolher amostras biológicas.

Foi implementada, este domingo, uma cerca sanitária no município da Povoação, na Ilha de São Miguel, nos Açores, para tentar impedir a propagação do novo coronavírus, explicou Tiago Lopes, responsável da autoridade de Saúde dos Açores.

"Em São Miguel há uma clara transmissão local", começou por explicar o responsável. "Irá ser estabelecido um cordão sanitário no concelho da Povoação", de forma a conter a comunidade, identificar contactos próximos e recolher amostras biológicas.

"Esta situação já tinha sido ponderada no primeiro caso suspeito nos Açores, na ilha Terceira. No caso concreto de São Jorge, também esteve em cima da mesa esta possibilidade, como, mais recentemente, também no caso de São Mateus, também na ilha Terceira. Ao contrário do que acontece na Povoação, derivado ao trabalho que se fez, logo de imediato, de identificação dos contactos próximos dos casos positivos, o seu número não justificava uma paragem da normal circulação daquelas comunidades", explicou.

Agora, "tudo está em cima da mesa neste momento", reconheceu o responsável, que admitiu o encerramento de vários serviços como "residências para idosos, unidades de cuidados ou centros de dia".

"Estamos a implementar medidas de exceção", explicou Tiago Lopes, reforçando a necessidade de praticar o isolamento e distanciamento social.

Registados 15 novos casos em quatro ilhas

A Autoridade de Saúde Regional dos Açores informou hoje que foram detetados mais 15 casos positivos de Covid-19 em quatro ilhas da região.

Segundo a nota de imprensa, foram detetados seis casos em São Miguel, dois na Terceira, cinco no Pico e dois no Faial.

No caso de São Miguel, a ilha mais populosa, foram diagnosticados dois indivíduos do sexo masculino, de 38 e 47 anos, e quatro indivíduos do sexo feminino, três entre 19 e 33 anos, e uma com 80 anos.

Deste grupo, quatro casos "têm história de viagem recente ao exterior da região".

A Autoridade de Saúde Regional dos Açores refere, em relação aos casos da Terceira, a segunda ilha mais populosa, que se trata de um indivíduo do sexo masculino e um indivíduo do sexo feminino, com 50 e 47 anos, respetivamente, estando "relacionados com o caso detetado no sábado" naquela parcela.

Os cinco casos positivos da ilha do Pico são dois indivíduos do sexo masculino, de 42 e 71 anos, e três indivíduos do sexo feminino, com 03, 39 e 64 anos, pertencendo "ao mesmo agregado familiar", sendo que "dois indivíduos estiveram recentemente no estrangeiro".

Na ilha do Faial, os casos correspondem a um indivíduo do sexo masculino, com 43 anos, e um indivíduo do sexo feminino, com 42 anos, sendo que "estão relacionados e ambos têm história de deslocação recente ao exterior da região".

Segundo a Autoridade de Saúde, "todos apresentam situação clínica estável e estão, de momento, no domicílio".

Com mais estes quinze casos, sobe para 42 os casos positivos para infeção pelo covid-19 nos Açores, 13 registados em São Miguel, nove na ilha Terceira, sete em São Jorge, oito no Pico e cinco no Faial.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 119 mortes, mais 19 do que na véspera (+19%), e registaram-se 5.962 casos de infeções confirmadas, mais 792 casos em relação a sábado (+15,3%).

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de