Não há portugueses entre os mil turistas isolados num hotel das Canárias

O Governo das Canárias, Espanha, ativou nas primeiras horas desta terça-feira o protocolo em vigor em caso de infeção com Covid-19 num hotel com mil turistas, onde esteve hospedado um italiano confirmado como infetado pelo novo coronavírus.

Entre os mil turistas que estão isolados e a fazer testes para despistar a presença do Covid-19 num hotel no sul de Tenerife não há portugueses, assegurou esta terça-feira à agência Lusa fonte oficial do Governo português.

"Não há nenhum cidadão português no hotel das Canárias", disse à Lusa fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

O Governo da comunidade autónoma do arquipélago das Canárias, Espanha, ativou nas primeiras horas desta terça-feira o protocolo em vigor em caso de infeção com Covid-19 num hotel com mil turistas, onde esteve hospedado um italiano confirmado como infetado pelo novo coronavírus.

O turista, um médico italiano, provém da região da Lombardia, em Itália, e recorreu a uma clínica privada quando começou a sentir-se mal.

As primeiras análises confirmaram na segunda-feira a infeção pelo novo coronavírus e, por essa razão, o departamento da Saúde das Canárias ativou um protocolo específico para o Covid-19, que estabelece a obrigatoriedade de análises posteriores no Centro Nacional de Microbiologia espanhol, em Madrid.

Este foi o terceiro caso de infeção pelo novo coronavírus em Espanha e o segundo nas Canárias, depois de um alemão ter acusado positivo à presença da infeção vírica, no final de janeiro.

A 9 de fevereiro, as autoridades espanholas confirmaram um segundo caso de um britânico que tinha ficado hospitalizado em Palma de Maiorca.

Ambos os turistas recuperaram e já tiveram alta.

Esta terça-feira ao longo do dia foram confirmados mais dois casos de pessoas infetadas em Espanha: uma mulher que vive em Barcelona e que viajou nos últimos dias para o norte da Itália e, nas Ilhas Canárias, a mulher do turista italiano infetado.

Em termos globais, o balanço provisório da epidemia do coronavírus Covid-19 é de 2707 mortos e de 80.300 pessoas infetadas, de acordo com dados reportados até esta terça-feira, por cerca de 30 países.

Além de 2.665 mortos na China, onde o surto começou no final do ano, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França e Taiwan.

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto do Covid-19 como uma emergência internacional e alertou para uma eventual pandemia, após um aumento repentino de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão nos últimos dias.

Outras Notícias

Patrocinado

Apoio de

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de