"Não podemos desarmar." Costa admite manter restrições nas fronteiras após 9 de janeiro

O primeiro-ministro considera que "se for necessário", poderá ter de "reforçar" as medidas restritivas.

A obrigatoriedade de apresentação de um teste negativo à Covid-19 para entrar em Portugal deverá manter-se após 9 de janeiro, disse esta quinta-feira, em Bruxelas, o primeiro-ministro, António Costa, admitindo mesmo um reforço das medidas de prevenção.

"Se é possível antecipar o que vai ser a evolução [da pandemia], podemos prever que a partir de 09 de janeiro nós vamos ter que manter as medidas de controlo das fronteiras", disse Costa, em declarações è entrada para o Conselho Europeu.

"Esta variante [Ómicron] está a difundir-se muito intensamente na Europa, e também em Portugal, e não vamos poder desarmar, vamos ter que manter ou mesmo reforçar, se for necessário".

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de