"Não podemos transformar os municípios portugueses no Ministério da Saúde"

Ribau Esteves critica o anúncio do Ministério da Saúde sobre a possibilidade de transformar os centros de vacinação para a Covid-19 em centros para a vacina da gripe.

O vice-presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses diz não compreender como é que a task force anuncia a decisão de transformar os centros de vacinação para a Covid-19 em centros para a vacina da gripe, prolongando a vida destes locais, sem dizer nada aos municípios.

"É muito importante que os municípios portugueses reflitam em conjunto sobre esta matéria e tomem decisões. Nós não podemos, em Portugal, transformar os municípios portugueses no Ministério da Saúde. Nós sabemos que o Ministério da Saúde tem um conjunto de gravíssimas lacunas no seu funcionamento, mas é o Ministério da Saúde que o país tem", sustenta Ribau Esteves.

Para Ribau Esteves, que é também o Presidente da Câmara de Aveiro, "esta chamada dos municípios a uma operação absolutamente extraordinária do combate à Covid-19 com vários instrumentos, um deles o centro de vacinação, não pode tornar-se agora regra normal para situações tão normais e que existem em Portugal há tantos anos como vacinar os cidadãos contra a gripe".

O autarca lembra ainda que o regresso à normalidade faz com que as instalações improvisadas para uma resposta urgente à pandemia sejam também elas ocupadas com as missões para que foram criadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de