Não são perigosas, são luminosas. As algas que estão a avermelhar o mar algarvio

Os dinoflagelados são um tipo de microalga. As análises aos que estão presentes no Algarve revelaram que não representam perigo para o ser humano.

As algas que apareceram na costa algarvia e que dão uma coloração vermelha à água não são prejudiciais à saúde humana. A Universidade do Algarve já fez análises à água e, garante a bióloga marinha e vice-reitora, Alexandra Teodósio esta maré vermelha não é prejudicial aos banhistas.

Estas algas são, como explica, "dinoflagelados", um tipo de microalga. "Esta espécie não é prejudicial aos banhos, a pessoa pode tomar banho na mesma", assegura.

E há até uma dimensão atrativa destas algas, como explica Alexandra Teodósio, tomando como exemplo a costa da Califórnia. "É uma espécie bioluminescente. Durante a noite produz fluorescência, é muito bonito de ver" conta a bióloga, que admite ter assistido a esse espetáculo in loco durante a última noite. "Há sítios, como a Tailândia, onde as pessoas pagam para fazer esta atividade."

A necessidade de perceber qual é, ao certo, a espécie destas algas foi premente, até porque "há dinoflagelados que não podem ser engolidos, são paralisantes. Não é o caso".

Se, para as pessoas, esta alga não representa qualquer perigo, o mesmo não pode dizer-se acerca dos bivalves da região: "Estão interditos. Não se pode consumir bivalves nem outros organismos que sejam filtradores."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de