"Natureza está a recuperar." Fundador da Prozis assume-se contra o aborto e gera contestação

Posição de Miguel Milhão levou várias embaixadoras da Prozis a abandonar a marca.

O fundador da marca portuguesa Prozis, Miguel Milhão, mostrou-se, no domingo, através de um post no LinkedIn, a favor do fim do aborto legal nos EUA. A opinião do empresário gerou controvérsia e levou várias influenciadoras, embaixadoras da marca de suplementos alimentares, a terminar a parceria.

"Parece que os bebés que ainda não nasceram têm os seus direitos de volta nos EUA. A natureza está a recuperar", podia ler-se na publicação de Miguel Milhão, que entretanto foi apagada.

Em reação, nos últimos dias várias embaixadoras da marca abandonaram a parceria. Uma das primeiras foi Diana Monteiro, atriz e cantora, que está nos EUA e repudiou a posição do fundador da Prozis.

"Embaixadora da Prozis há seis anos, esta é a minha posição em relação à marca, perante as declarações do CEO Miguel Milhão. É o fim de uma era para mim, mas o meu coração e os meus valores falam mais alto", lê-se na legenda de um vídeo que publicou no Instagram onde explica também que voltará a estar disponível para se associar à Prozis quando o fundador sair da empresa.

A atriz Jessica Athayde seguiu o mesmo caminho. Esta terça-feira anunciou no Instagram que terminou a colaboração com a marca.

"Continua hoje e sempre o meu posicionamento público ao lado das mulheres, dos seus direitos e da sua saúde. E todas as vozes vão ser necessárias neste momento tão grave em que o mundo regride à frente dos nossos olhos. Posicionem-se e usem a vossa voz", escreveu Jessica Athayde.

Notícia atualizada às 16h48

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de