Nenhum profissional do São João foi contagiado pelo coronavírus após vacinação

Primeiro estudo sobre eficácia das vacinas contra a Covid-19 em contexto real em Portugal com resultados "muito positivos".

Há um mês que o Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ), no Porto, não regista casos de Covid-19 entre os profissionais que já receberam as duas doses da vacina.

Ao longo do mês de fevereiro, registaram-se apenas sete casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, mas em profissionais que ainda não foram vacinados, revela o hospital à TSF.

Pedro Norton, diretor do serviço de saúde ocupacional do São João, fala em resultados muito significativos quando comparados com a altura em que ainda não havia vacinas.

"Nos piores momentos da segunda vaga, tínhamos cerca de 50 casos por semana", conta à TSF.

Esta é a primeira análise feita em Portugal à eficácia da vacinação em ambiente real, por isso, o diretor do serviço de saúde ocupacional do São João considera que é um sinal muito positivo "para todos os portugueses".

"Esta foi a primeira evidência de que aquilo que estava publicado, e que aquilo que sabíamos da leitura científica, realmente se aplica na vida diária das pessoas", destaca.

Pedro Norton conclui que se numa população de alto risco - como são os profissionais de saúde a trabalhar num hospital que recebe doentes com Covid-19 - se verificam estes resultados, "é expectável que na comunidade tenhamos resultados ainda melhores".

Foram 2125 os médicos, enfermeiros, assistentes operacionais e técnicos de diagnóstico e terapêutica do São João que tomaram a primeira dose vacina a 27 de dezembro, data do arranque do Plano Nacional de Vacinação, já tendo entretanto recebido a segunda dose, completando a vacinação.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de